Dicas para escolher luminárias de LED

Publicado por: DME em 11/04/2018

Quer comprar luminárias LED e não sabe como escolhe-las? Trazemos para você algumas dicas na hora de comprar, o que você deve levar em consideração para adquirir os modelos corretos. Por sua versatilidade, a iluminação com luminárias LED se adapta aos mais diversos espaços, criando efeitos nunca imaginados com o uso de luminárias comuns. Conheça as muitas aplicações dessa tecnologia que vem conquistando o mundo nos setores decorativo, moveleiro, náutico, residencial e corporativo. 

1. Modelo
Existem muitos modelos de luminárias LED disponíveis para consumo, entre elas as mais comuns e procuradas são: PAR20, PAR30, bulbo e spot tipo dicróica. Se você for substituir lâmpadas dicróicas opte pelas LED spot tipo dicróica. Essas lâmpadas possuem um padrão de 50 mm, sendo assim servem nos spots de embutir no teto. As lâmpadas tipo PAR20 e PAR30 tem diâmetros de 65mm e 95mm, respectivamente e são produzidas com o soquete de rosca E27. Já as lâmpadas LED estilo bulbo são parecidas com o formado das lâmpadas incandescentes, podendo utilizar os mesmos sposts e/ou lustres. Para definir o modelo que irá comprar deve levar em consideração o spot e o lustre ou a luminária que receberão a lâmpada, assim não haverá erro. Caso as dúvidas persistam consulte um profissional da área habilitado que poderá lhe auxiliar na hora de comprar sua LED com segurança.

2. Conector
As principais opções de conetores de lâmpadas LED são; MR16, GU10 e E27. Para cada um deles existem tipos de lâmpadas específicas. As MR16 ou GU5.3 são usadas em spots do mesmo tipo que são utilizadas em lâmpadas dicroicas. Os GU10 são luminárias em luminárias e lustres mais modernos. Já as E27 são para a maioria dos lustres, pendentes e plafons, enquanto as E14 podem ser utilizadas em lustres importados e castiçais. Essa escolha deve ser feita de acordo com a instalação que você pretende fazer.

3. Voltagem
As luminárias de LED são disponibilizadas em quatro voltagens 12V ou 24V, 117V ou 110V e 220V ou bivolts. As lâmpadas bivolts são a melhor alternativa para as novas instalações, uma vez que pode ser conectada tanto em tomadas 110V como em 220V, funcionando em qualquer lugar do país. Caso você não tenha essa opção o indicado é que procure por lâmpadas com a voltagem iguais às do local em que serão instaladas, isso evitará danos e percas. As lâmpadas com 12V são utilizadas em instalações para sanca em gesso ou náuticas, nessas situações você deve tomar cuidado, pois os transformadores de 12V utilizados em lâmpadas dicroicas nem sempre funcionam com as de LED porque o consumo das LED é muito inferior, nesses casos é indicado que o transformador seja trocado.

4. Potência luminosa
Ao escolher a potência de sua LED o importante é garantir que o ambiente esteja iluminado de maneira adequada sendo suficiente para que o local seja agradável. Sendo assim ao substituir as luminárias convencionais pelas de LED você deve se atentar aos seguintes dados: Para cada 1 Watt de LED equivale a 10 Watts das lâmpadas incandescentes, 10 Watts das lâmpadas halógenas e dicróricas e 2,5 Watts de lâmpadas florescentes. Ou seja, uma lâmpada dicroica de 60W equivale a uma LED de 6W, esteja atento a esses detalhes para comprar as lâmpadas corretas para cada ambiente.

5. Temperatura de cor
Você sabia que as luminárias de LED possuem cores diferentes? Pois é, e cada cor tem uma intensidade de temperatura. Aquelas que emitem luz branca intensa, chegando a quase um azulado, são consideradas frias com 5000K a 6000K, na escola Kelvin. As que emitem a cor amarelada são consideradas mornas ou quentes pois possuem entre 3000K e 3500K, na escala Kelvin. Já as intermediárias são neutras ou naturais, essas que possuem de 4000K a 5000K. Em ambientes como sala, quarto e corredor o indicado são as lâmpadas de LED quentes. Já para lavanderia, cozinha e banheiros as melhores opções são as lâmpadas frias.

Além dessas cinco dicas você deve ter claro que luminárias LED possuem: baixa tensão, não emitem raios ultravioletas e/ou infravermelhos, possuem baixo consumo de energia elétrica, são ecologicamente corretas e tem longa vida útil. Outro fator muito importante e que você não pode deixar de exigir é a garantia dos produtos. Em caso de problemas a garantia lhe oferece a substituição de suas luminárias LED e você terá a segurança de que está adquirindo um produto de qualidade. Esteja atento, faltando algum desses elementos essenciais não adquira sem antes ter o parecer de um profissional da área. Após seguir essas dicas vá as compras e descubra todas as vantagens de uma luminárias LED.

Fonte: http://megaleds.com.br/blog/5-dicas-na-hora-de-comprar-a-sua-luminaria-led/

×
×

Faça parte da nossa lista de clientes VIP que recebem informações úteis periodicamente. Digite seus dados abaixo e clique em "Eu quero receber!".

Você não precisa se preocupar, pois não compartilharemos seus dados com terceiros.

DME - Iluminando o Futuro © 2018. Todos os direitos reservados

×

Alerta!

Prezado(a) lojista!.

Para efetuar qualquer compra na nossa loja, você precisa estar logado(a). Realize o login no sistema, clicando aqui.

Caso ainda não possua o cadastro, clique aqui para criar uma conta.

A equipe DME.